Parque Empresarial do Camporês

Atualmente, no Parque Empresarial do Camporês estão instaladas 31 empresas, que empregam cerca de 500 trabalhadores, assumindo, as empresas já a laborar, uma faturação muito superior a 30 milhões de Euros/Ano. (consulte aqui a lista de empresas instaladas)

A Câmara Municipal de Ansião face aos pedidos que foram surgindo para instalação de novas empresas,  concluiu uma das mais importantes obras que assume uma posição estratégica no desenvolvimento sustentado que queremos para o Concelho de Ansião, a conclusão da empreitada de Ampliação do Parque Empresarial do Camporês, investimento de 2.743.935,97 € que permitiu a criação de 29 lotes, numa área total de 98.455 m2 para instalação de empresas e criação de novos postos de trabalho.

Entende-se que depois destes 15 anos de implementação e consolidação do tecido empresarial do Parque Empresarial, é chegado o momento de dar um passo mais arrojado, face à dimensão que este Parque assume em termos de empresas e de trabalhadores, procurando a sua qualificação e melhorando as condições para as novas empresas, sendo mais exigente em termos de critérios de selecção, estando já neste momento a rever o respetivo Regulamento.
Importante salientar as novas preocupações dos empresários, que segundo o Estudo da Realidade Empresarial de Ansião e Zona Envolvente, publicado em 2002 pela Associação Comercial e Industrial de Ansião, apresenta as seguintes características:

  • A inovação e o desenvolvimento de novos produtos são uma preocupação dominante;
  • A ausência de mão-de-obra qualificada é um constrangimento e hoje é considerada a possibilidade de recrutamento de profissionais competentes;
  • A formação contínua dos recursos humanos é uma necessidade reconhecida;
  • A qualidade dos produtos e do serviço prestado é de fundamental importância;
  • O reconhecimento de que possuir a Certificação da Qualidade é decisiva para a competitividade da empresa.

Assim sendo, conclui-se no referido Estudo Empresarial, as potencialidades de desenvolvimento empresarial do Concelho e da Região têm condições de avançar se isso depender dos empresários locais. Se a este fator se agregar a vontade política da Autarquia, o dinamismo da Associação Empresarial de Ansião, o apoio de organismos competentes da Administração Central e o suporte de investidores (nacionais ou estrangeiros) estarão reunidas as condições para o crescimento sustentado da atividade empresarial, gerindo riqueza, criando postos de trabalho e promovendo o desenvolvimento local.

A Câmara Municipal de Ansião perspetiva, para os próximos anos, um cenário em que Ansião seja Vetor de Desenvolvimento Sub-Regional, como forma de potencializar a localização geográfica central face aos Concelhos nossos vizinhos – Alvaiázere, Castanheira de Pêra, Figueiró dos Vinhos, Pedrógão Grande e Penela – como plataforma de ligação de pólos de desenvolvimento (com a construção do IC3, eixo de ligação IP3/IP6) e entre o Litoral e o Interior (através do IC8), criando as condições para uma evolução dinâmica e autónoma do Concelho, assumindo um papel de motor de desenvolvimento num contexto sub-regional (conclusões do Plano Estratégico do Concelho de Ansião, elaborado pela CESO I&D/Junho de 2001).

Este cenário constitui um desafio vital para o nosso Concelho, exigindo dos agentes locais um esforço tremendo e uma forte capacidade de inovação, de imaginação criadora e de procura de oportunidades de investimento e de formas de financiamento para muitas das intenções que se preconizam executar.

Dados do Estudo da Realidade Empresarial de Ansião e Zona Envolvente, publicado em 2002 pela Associação Comercial e Industrial de Ansião, da responsabilidade da Gestluz Consultores (Matosinhos) e NJ Consultores (Caldas da Rainha), referem que no Concelho de Ansião existem 1888 empresas, sendo que destas, 953 ou seja 50,5% pertencem ao setor terciário, seguidas de 689 empresas do setor secundário (36,5%) e 202 (10,7%) do setor primário.

O tecido empresarial do Concelho de Ansião é constituído maioritariamente por microempresas, situação comum a todo o tecido económico regional e nacional, apresentando uma estrutura dos estabelecimentos com atividade diversificada, onde o comércio e a indústria transformadora se apresentam como os principais setores.

Assente na estratégia atrás definida e no potencial empresarial do nosso Concelho, e inserida nas orientações do Programa Operacional da Economia, que pretende contribuir para a diminuição das assimetrias regionais, através do apoio direto às empresas e da criação de um ambiente mais atrativo à sua fixação, a Câmara Municipal de Ansião pretende reestruturar e requalificar todo o Parque Empresarial do Camporês, junto ao IC8 e a cerca de 1km do IC3, potenciando a sua localização estratégica para criar uma zona de excelência, sendo fundamental para a criação deste ambiente a disponibilização de incentivos para a Autarquia e para as empresas aí instaladas.

A aposta nesta Área Industrial começou há 15 anos atrás com a instalação das primeiras empresas, contando hoje com a seguinte estrutura:

  • Área Total – 230.000 m2
  • Área de Expansão – 98.455 m2
  • Lotes Atribuidos – 32
  • Empresas Instaladas – 31
  • Lotes (Ampliação) – 29

Lista de Empresas Instaladas no Parque Empresarial do Camporês

Poderá observar também o parque através do Street View, imagens captadas em Janeiro de 2010.

Parque Empresarial do Camporês