Ambiente - Resíduos Sólidos Urbanos

O serviço prestado pela ERSUC, S.A., no que respeita ao encaminhamento e tratamento dos RSU produzidos no Concelho, é a evidência orçamentalmente mais expressiva da execução desta atribuição municipal, significando um encargo anual da ordem dos 100.000€.

Também neste segmento se regista desequilíbrio entre os custos da função e os proveitos gerados pelos preços municipais. Este desequilíbrio aproxima-se dos 80.000€ e deverá ser, paulatinamente, corrigido.

Visando aumentar a capacidade de recolha serão adquiridos novos contentores como também se manterá a lavagem semestral de todos os contentores instalados no concelho.

A rede de pontos de recolha selectiva, após a implementação de 12 novos conjuntos de contentores e a futura reorganização dos existentes, proporcionará uma taxa de atendimento de 218hab./ conjunto, um rácio muito acima da média nacional.

Visando ainda o cumprimento de uma responsabilidade Municipal, prevê-se a instalação no Parque Logístico Municipal de uma pequena estação de transferência de resíduos de construção e demolição (RCD), com capacidade de acolher resíduos de obras particulares de pequena dimensão, de acordo com especificação legislativa. Este investimento funcionará em horário laboral do Parque Logístico Municipal. Esta instalação permitirá que futuramente se reduza substancialmente os RCD despejados em espaços públicos ou privados na área do concelho.
Um dos aspectos em que a colaboração de cada cidadão mais se pode notar na promoção da qualidade de vida e na defesa ambiental é na forma como gere o lixo doméstico que produz. A separação de Resíduos Sólidos Urbanos (RSU) deve portanto ser cada vez mais encarada como um dever, permitindo processos de reciclagem e reaproveitamento de resíduos que, a médio prazo, farão e diferença em termos de disponibilidade de recursos no Planeta.
 

O que pode fazer para nos ajudar a proteger o Ambiente...

Melhor que a reutilização ou a reciclagem, é a redução do consumo. Muitas vezes consumimos recursos sem sequer pensarmos nisso e, afinal, é tão fácil. Ficam aqui algumas formas e sugestões de como melhorar a sua atitude de preservação ambiental

  • Sensibilize outras pessoas para terem em conta estes conselhos.
  • Evite comprar produtos que não necessita.
  • Prefira fraldas de pano às descartáveis ou use-as alternadamente. As fraldas descartáveis podem demorar 500 anos a desfazer-se; as de pano podem ser usadas cem vezes cada uma e decompõem-se num período de um a seis meses.
  • Compre produtos reciclados, biodegradáveis ou recarregáveis (como as máquinas de barbear) sempre que possível.

Plástico

  • Opte pela utilização de sacos de pano ou de rede nas suas compras, em detrimento dos sacos plásticos ou de papel.
  • Não utilize sacos de plástico se vai apenas comprar um ou dois produtos.
  • Evite os pratos de plástico, produtos com embalagens de plástico ou com excesso de embalagens.
  • Prefira levar os produtos que adquire na sua mala ou mochila.
  • Se tiver que recorrer a sacos de plástico, utilize apenas o número de sacos suficiente para acondicionar os produtos que adquire.
  • Prefira produtos com recarga: a utilização de recargas poupa matérias-primas e diminui os resíduos produzidos. A reutilização de embalagens de detergentes - por meio de recargas - estende a vida útil das embalagens e reduz a quantidade de matéria plástica necessária de 70% (detergentes líquidos) a 90% (detergentes em granulado).

Vidro

  • Consuma produtos em garrafas de vidro pois estas são facilmente recicladas, optando por garrafas com depósito em vez de tara perdida.

Papel/Cartão

  • Reduza a quantidade de papel gasto utilizando ambos os lados da folha.
  • Evite o uso de papéis decorados, engessados ou perfumados, pois possuem produtos que dificultam a reciclagem.
  • Tenha panos na cozinha para limpar pingos e salpicos, em vez de toalhas de papel.
  • Use guardanapos e lenços de tecido, em vez de papel, pois duram muito mais tempo.
  • Prefira papel higiénico "não branqueado com cloro", porque o branqueamento produz químicos venenosos (dioxinas) que, uma vez nos rios, podem matar peixes e outras espécies
  • Opte por produtos feitos de papel reciclado sempre que possível. A média de desperdício de papel, por ano, numa casa tradicional, corresponde a seis árvores.
  • Faça as emendas aos seus textos directamente no ecrã do computador, evitando impressões e gastos de papel com rascunhos.
  • Compre ovos em embalagens de cartão e não de esferovite.
  • Tenha uma fotocopiadora de frente e verso. Economizará milhares de folhas, sempre que tiver de fotocopiar relatórios compridos.
  • Coloque um recipiente no local de trabalho só para o lixo de papel
  • Recuse folhetos publicitários que não sejam de seu interesse (incluindo na sua caixa de correio).

Energia

  • Utilize, sempre que possível, a electricidade em vez de pilhas.
  • Procure utilizar pilhas recarregáveis e com baixo teor de mercúrio;
  • Para acender a lareira, evite usar acendedores (feitos a partir de petróleo) e opte por tiras de casca de laranja seca que também deixam um cheiro agradável.
  • Utilize lâmpadas compactas fluorescentes porque duram mais e gastam 25% da energia que gasta uma lâmpada incandescente.
  • Utilize, sempre que possível, apenas uma lâmpada em vez de várias.
  • Não coloque alimentos quentes, embalados em papel jornal ou caixa de papelão, no frigorífico ou congelador.
  • Verifique a vedação da porta do seu frigorífico: entale uma folha de papel na porta do frigorífico; se a folha sair com facilidade, as borrachas de vedação devem ser substituídas.
  • Coloque líquidos em recipientes com tampas.
  • Não desligue o frigorífico ou congelador para ligar na manhã seguinte.
  • Faça o degelo só quando a camada de gelo atingir a espessura de aproximadamente 1 cm.
  • No Inverno, regule o termóstato para a posição de frio não muito intenso.
  • Lave a frio na máquina da roupa e da louça (economiza cerca de 75% de energia na máquina da roupa e até 90% na máquina da loiça).
  • Programe o monitor do seu computador para que este se desligue automaticamente depois de um período específico de inactividade- poupará mais energia do que usando a protecção de ecrã.

Vários

  • Leve uma chávena para o emprego, em vez de usar copos de papel ou de plástico.
  • Evite serviços que produzam grandes desperdícios, como os fast-food: pacotes de ketchup, caixas de cartão, copos de plástico, guardanapos de papel, etc.
  • Compre produtos alimentares em tamanho familiar, poupando na embalagem, ou opte por comprá-los avulso e não embalados.
  • Guarde os seus alimentos em recipientes que possa voltar a utilizar e não em folha de alumínio ou filme plástico.
  • Compre pneus mais duradouros e mantenha-os com a pressão correcta, poupando gasolina e impedindo o seu desgaste prematuro devido a uma maior flexibilidade ou aquecimento exagerado.
  • Mantenha os produtos perigosos (como pesticidas, tintas ou diluentes) em local seguro e use-os até ao fim.
  • Deixe os medicamentos fora de prazo de validade na farmácia e entregue restos de medicamentos ainda com eventual utilização nos Centros de Saúde.
  • Para limpar janelas e espelhos dilua 3 colheres de vinagre em 10; se o vidro estiver muito sujo, limpe-o primeiro com água e sabão.
  • Prefira detergentes líquidos a detergentes em pó.
  • Evite a limpeza a seco (para além de dispendiosa, os produtos utilizados são tóxicos - muitos artigos com etiqueta de limpeza a seco podem ser lavados a frio com sabão neutro).
  • Para desinfectar, aplique vinagre directamente na sanita e deixe actuar durante a noite. Enxague de manhã. Para limpar o resto, aplique um pano.
  • Para desentupir canos substitua a soda cáustica por 2 partes iguais de bicarbonato de sódio e vinagre, um punhado de sal e muita água quente.

Reutilização

Cada um de nós pode criar opções baratas para a reutilização de resíduos. Identificam-se de seguida algumas sugestões:

  • embalagens (de leite ou sumos): vasos para plantas, recipientes para guardar alimentos ou transportá-los para um piquenique;
  • frascos vazios (de vidro ou plástico): recipientes para armazenar bebidas, ingredientes, parafusos, pregos, como porta lápis ou jarra de flores;
  • caixas de cartão: para armazenar roupa, calçado, louça, revistas e livros;
  • envelopes em bom estado: reaproveite-os, colando etiquetas por cima do que estiver escrito;
  • roupa: pode oferecê-la a quem precisa ou transformá-la em panos e esfregões;
  • latas: como vasos para plantas ou recipientes para guardar objectos domésticos;
  • material de aquecedores, braseiras ou equipamento informático: pergunte nas lojas respectivas se aproveitam o material que já não funciona. Se sim, entregue-os para serem reaproveitados ou reciclados.

Atenção: não reutilize embalagens que tenham contido pesticidas (produtos fito-farmacêuticos)!!

Caso algum dos resíduos não seja particularmente bonito para reutilização, não desanime. Sempre poderá recorrer à sua criatividade e imaginação, para o embelezar em períodos de descontracção (por exemplo, pintando, forrando com papel de embrulho reutilizado ou jornais e enfeitando com cordas, folhas e flores secas, etc.). Poderá também fazer papel reciclado ou papel machê em sua casa ou outros objectos que lhe sugerimos aqui.

Reciclagem

  • Retire agrafos, clips e elásticos dos produtos de papel a enviar para reciclar.
  • Separe o lixo. Tenha um contentor para cada tipo de material: papel, vidro, embalagens de metal e plástico, pilhas e para a fracção orgânica. Depois deposite-os nos locais adequados.
  • Utilize a fracção orgânica do seu lixo doméstico para fazer adubo para o seu jardim ou horta, evitando os compostos químicos.
  • Recicle o óleo de motor ou certifique-se que a sua oficina o faz.
  • Sempre que tenha dúvidas sobre a colocação de um determinado objecto, contacte a sua autarquia para esclarecimentos; enquanto não os tem, opte pela sua colocação num caixote do lixo com material indiferenciado: um só objecto sujo ou não adequado pode contaminar uma grande quantidade de RS.
  • Não ponha nos contentores de recolha selectiva objectos cortantes, produtos tóxicos (como tintas e pesticidas) ou mal cheirosos.
  • Não coloque embalagens de diferentes materiais umas dentro das outras ou dentro de sacos atados; na fase de triagem os operadores não podem estar a desatar sacos.
  • Todos os resíduos encaminhados para reciclagem devem apresentar-se limpos, vazios, espalmados e sem tampa.

Recolha de Monos

O serviço de recolha de monos, prestado pela Câmara Municipal de Ansião, visa proporcionar à população uma forma económica e ecológica de se desfazer de electrodomésticos ou móveis volumosos que terminaram o seu ciclo de vida útil.

Pode solicitar e marcar previamente a recolha dos seus monos através dos seguintes contactos:

+351 800 910 204
+351 236 670 200

Anexos