Notícias

CulturaData da notícia: 8 Agosto 2017

XXV Aniversário da Biblioteca Municipal de Ansião

Conta-me como Era: Memórias e Tradições

O livro de uma geração

O património está associado às pessoas; estas garantem a sua existência e a sua transmissão de geração em geração, havendo, neste propósito, que proceder ao seu registo nas suas diversas formas. A valorização do património imaterial do concelho e a constituição e organização de fundos documentais ligados à nossa comunidade foram as premissas que levaram a Biblioteca Municipal de Ansião a empreender o projecto Conta-me como era, junto da comunidade sénior, em Janeiro de 2016. Um trabalho que teve sempre como parceiras as instituições concelhias com as valências de apoio a idosos Casa da Várzea, Centro Social Paroquial de São Tiago, Fundação D. Fernanda Marques, Fundação Nossa Senhora da Guia, Santa Casa da Misericórdia de Alvorge e Santa Casa da Misericórdia de Ansião. Num primeiro momento definiram-se temas, nomeadamente actividades agrícolas e domésticas; cultura popular; indústria e profissões; o sagrado e o profano e, por último, o quotidiano. Elaboraram-se folhas de recolha, identificaram-se utentes e avançou-se para um segundo momento, em que as técnicas da Biblioteca Municipal se deslocaram mensalmente às instituições e, em colaboração com as equipas técnicas, organizaram as sessões. Seleccionado o tema, anotaram-se os testemunhos, tendo-se, simultaneamente, procedido à gravação. O projecto envolveu mais de uma centena de homens e mulheres, cuja média de idades é de 84 anos, apresentando vivências diversificadas, mas com um ponto em comum: a vontade de partilhar.

Esta compilação, não sendo um trabalho científico nem académico, pretende ainda assim dar voz e perpetuar um grupo etário que carrega consigo memórias e conhecimentos quase desconhecidos pelas gerações mais novas.

O livro dado à estampa no Sábado 12 de Agosto, em plenas Festas do Concelho de Ansião 2017, apresenta uma selecção do que foi recolhido, respeitando a versão transmitida pelas pessoas, valorizando vivências e testemunhos que marcam uma época e que, esperamos, mereça a atenção das gerações mais novas. Como aprendizagem mas também como sinal de respeito e homenagem a quem muito trabalhou, muito viveu mas só agora falou.

Inaugurada a 5 de Agosto de 1992, a Biblioteca Municipal de Ansião proporciona o empréstimo domiciliário de livros e suportes audiovisuais, um espaço internet, rede wireless gratuita, espaço para consulta e leitura de revistas e jornais, serviço de fotocópias, impressões e digitalizações, dinamização sócio-cultural de todas as faixas etárias e organização ou coorganização de eventos culturais, sendo aos 25 anos de existência uma referência na promoção da cultura no concelho de Ansião.